Depoimentos

Confira as experiências de professores e ex-alunos

“Engenharia de Software é uma área de concentração do Curso de Especialização (CEI-ES),do Departamento de Ciência da Computação da UFMG, criada em 1999 com o objetivo de aprimorar a qualificação profissional de pessoal de nível superior que atua na área de desenvolvimento e gestão de projetos de software. A primeira turma foi oferecida em 2002, desde então, obtiveram o certificado de Especialista em Informática na área de concentração: Engenharia de Software, nível de pós-graduação lato sensu, mais de 300 profissionais. O CEI-ES busca prover os participantes de uma visão abrangente e atualizada de engenharia de software, focalizando nas tecnologias correntes para o desenvolvimento de software, assim como nas metodologias para o seu desenvolvimento de forma previsível e para a gestão destes projetos. O CEI-ES destina-se tanto a profissionais das áreas de computação, do setor técnico ou gerencial, quanto a graduados em áreas correlatas, como informática, engenharia,e administração, neste caso desde que comprovem experiência de no mínimo dois anos de trabalho na área de computação em desenvolvimento de sistemas.”

Mariza A. S. Bigonha

Professora Titular do DCC-ICEx-UFMG

Coordenadora atual do CEI

Coordenadora e criadora da área de concentração: Engenharia de Software

2019-11-18T19:01:53+00:00

Mariza A. S. Bigonha

Professora Titular do DCC-ICEx-UFMG

Coordenadora atual do CEI

Coordenadora e criadora da área de concentração: Engenharia de Software

“Engenharia de Software é uma área de concentração do Curso de Especialização (CEI-ES),do Departamento de Ciência da Computação da UFMG, criada em 1999 com o objetivo de aprimorar a qualificação profissional de pessoal de nível superior que atua na área de desenvolvimento e gestão de projetos de software. A primeira turma foi oferecida em 2002, desde então, obtiveram o certificado de Especialista em Informática na área de concentração: Engenharia de Software, nível de pós-graduação lato sensu, mais de 300 profissionais. O CEI-ES busca prover os participantes de uma visão abrangente e atualizada de engenharia de software, focalizando nas tecnologias correntes para o desenvolvimento de software, assim como nas metodologias para o seu desenvolvimento de forma previsível e para a gestão destes projetos. O CEI-ES destina-se tanto a profissionais das áreas de computação, do setor técnico ou gerencial, quanto a graduados em áreas correlatas, como informática, engenharia,e administração, neste caso desde que comprovem experiência de no mínimo dois anos de trabalho na área de computação em desenvolvimento de sistemas.”
"O Curso de Especialização de Informática foi criado no ano de 1988 (1989?) motivado por saudável interação entre o DCC e a Empresa Telemig, que na época administrava os serviços de telefonia em Minas Gerais.

Vários contratos foram firmados, via FUNDEP, entre o DCC e a Telemig para o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras para apoio à infraestrutura de telefonia. Esses contratos envolviam professores e alunos da Universidade e também vários engenheiros dessa empresa, cuja participação era indispensável para que o processo de absorção das tecnologias transferidas para a Empresa no fim do contrato se efetuasse de forma harmônica.

Esse modelo de desenvolvimento com frequência requeria treinamento tecnológico de

engenheiros da empresa, e, nesse sentido, dentro dos acordos estabelecidos, muito deles se matricularam em disciplinas isoladas de nosso Mestrado em Ciência da Computação, enquanto outros ingressaram-se nesse curso como alunos regulares. Esse esquema solucionava a questão da capacitação tecnológica desses engenheiros, mas introduzia um ruído desagradável no nosso programa de PG, pois o desenvolvimento da dissertação não era para eles o objetivo principal nem era tratado com a devida importância, pois o interesse desses profissionais era apenas adquirir especialização em temas específicos para aplicá-los imediatamente no trabalho.

A conciliação dos interesses da Universidade, focada na produção de dissertações de elevada qualidade científica, com os interesses do Mercado em aquisição de especialização sugeriu claramente a criação no DCC de um curso especial a ser financiado pelas empresas interessadas.

Assim, surgiu a primeira turma de Especialização em Informática da UFMG, inicialmente como um curso fechado para uma empresa. Logo a seguir, a oferta do Curso de Especialização de Informática de caráter mais universal foi formalizada no órgãos competentes da Universidade e diversas áreas de concentração foram oferecidas, dentre elas Engenharia de Software."

Roberto da Silva Bigonha

Professor Emérito do DCC - ICEx -UFMG

Criador do CEI em 1988 e seu Coordenador de 1988 até 2014

2019-11-18T19:25:11+00:00

Roberto da Silva Bigonha

Professor Emérito do DCC - ICEx -UFMG

Criador do CEI em 1988 e seu Coordenador de 1988 até 2014

"O Curso de Especialização de Informática foi criado no ano de 1988 (1989?) motivado por saudável interação entre o DCC e a Empresa Telemig, que na época administrava os serviços de telefonia em Minas Gerais. Vários contratos foram firmados, via FUNDEP, entre o DCC e a Telemig para o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras para apoio à infraestrutura de telefonia. Esses contratos envolviam professores e alunos da Universidade e também vários engenheiros dessa empresa, cuja participação era indispensável para que o processo de absorção das tecnologias transferidas para a Empresa no fim do contrato se efetuasse de forma harmônica. Esse modelo de desenvolvimento com frequência requeria treinamento tecnológico de engenheiros da empresa, e, nesse sentido, dentro dos acordos estabelecidos, muito deles se matricularam em disciplinas isoladas de nosso Mestrado em Ciência da Computação, enquanto outros ingressaram-se nesse curso como alunos regulares. Esse esquema solucionava a questão da capacitação tecnológica desses engenheiros, mas introduzia um ruído desagradável no nosso programa de PG, pois o desenvolvimento da dissertação não era para eles o objetivo principal nem era tratado com a devida importância, pois o interesse desses profissionais era apenas adquirir especialização em temas específicos para aplicá-los imediatamente no trabalho. A conciliação dos interesses da Universidade, focada na produção de dissertações de elevada qualidade científica, com os interesses do Mercado em aquisição de especialização sugeriu claramente a criação no DCC de um curso especial a ser financiado pelas empresas interessadas. Assim, surgiu a primeira turma de Especialização em Informática da UFMG, inicialmente como um curso fechado para uma empresa. Logo a seguir, a oferta do Curso de Especialização de Informática de caráter mais universal foi formalizada no órgãos competentes da Universidade e diversas áreas de concentração foram oferecidas, dentre elas Engenharia de Software."
Ricardo Terra Nunes
"O curso de Especialização em Informática não só me ajudou na vida profissional, como também despertou meu interesse pela área acadêmica. Ingressei no doutorado sob orientação do mesmo professor com que fiz o TCC."

Ricardo Terra Nunes Bueno Villela

Professor Adjunto do DCC - UFLA

ex-aluno

2019-11-18T19:28:29+00:00

Ricardo Terra Nunes Bueno Villela

Professor Adjunto do DCC - UFLA

ex-aluno

Ricardo Terra Nunes
"O curso de Especialização em Informática não só me ajudou na vida profissional, como também despertou meu interesse pela área acadêmica. Ingressei no doutorado sob orientação do mesmo professor com que fiz o TCC."